Bem-vindo ao horóscopo da ALEGSA

click

17 métodos para evitar confrontos ou lutas com outros

Discutir com um colega, membro da família ou colega de trabalho pode ser muitas coisas: informativo, útil, destrutivo ou nocivo. Como evitar estas situações ou resolvê-las se elas já começaram.... , 2020-05-24







Discutir com um colega, membro da família ou colega de trabalho pode ser muitas coisas: informativo, útil, destrutivo ou nocivo.

A maioria das pessoas concordará que o conflito é cansativo. Se procura evitar conflitos, há coisas imediatas que pode fazer para evitar que uma luta
 aconteça e formas de evitar lutas no futuro.

pareja



Parar uma luta

Reconhecer as preocupações da outra pessoa

Se a outra pessoa instigou a luta, ou respondeu irracionalmente às suas preocupações, verbalize isto. Por exemplo, digamos, "Eu sei que este problema é realmente importante para si", ou "Eu sei que não acha que a minha ideia é boa, mas eu tenho-a.
Se a luta começar com um aquecimento ou se aumentar rapidamente, afaste-se da situação. Diga-lhe que precisa de uma pausa antes de regressar para discutir as questões.


Discutir calmamente as preocupações dos outros

Tornar esta conversa tão estável emocionalmente quanto possível, sem gritar ou culpar. Em vez disso, mantenha os seus pontos breves e específicos. Será mais fácil para ela responder a pedidos específicos do que a amplas generalizações ou acusações.
Embora isto possa ser difícil, limitar o conflito a uma ou duas questões principais. A luta não deve tornar-se um confronto que apresente todos os defeitos da sua relação ou amizade.


Dê-lhe uma oportunidade de falar

Isto significa que deve ouvir activamente o que essa pessoa diz. Não dê ouvidos a uma fraqueza no seu raciocínio ou argumento. Em vez disso, ouça o que eles estão realmente a tentar dizer-lhe, quer seja ou não o que quer ouvir.
Não apressar a outra pessoa a falar. Deixá-los levantar preocupações ao seu próprio ritmo irá fazê-los sentir-se respeitados e ouvidos.


Responder à outra pessoa com respeito

Se não concorda com o que ela diz, valide as suas preocupações, em vez de discutir com ela. Pode ser útil recolher alguns minutos para recolher os seus pensamentos antes de responder. Isto impedi-lo-á de dizer acidentalmente algo que lhe doa. Por exemplo, "Agora percebo porque estás aborrecido.

Encontrar a outra pessoa a meio caminho fará com que tenha mais probabilidades de responder positivamente às suas próprias preocupações.


Planeie a sua linguagem corporal

Isto é tão importante como evitar gritar, amaldiçoar, ou chamar nomes. Usar linguagem corporal que sugira um desejo aberto de comunicar, tal como braços abertos e postura relaxada. O bom contacto visual é também uma parte crítica da comunicação.

Evitar linguagem corporal defensiva, tal como cruzar braços, apontar dedos, esconder mãos, ou não olhar nos olhos. Isto pode indicar uma falta de vontade de falar.


Usar humor

Não pense que um argumento tem de ser completamente sério. Se puder e pensar que a outra pessoa é receptiva, faça uma ou duas piadas. Isto pode aliviar a tensão e mostrar à outra pessoa que não está na defensiva ou a levar as coisas pessoalmente. Nunca fazer uma piada à custa da outra pessoa. Isto irá agravar o conflito.


pareja



Prevenir conflitos

Continuar a ser um bom ouvinte

Nunca aderir a uma opinião inflexível. Em vez disso, ouça constantemente o que a outra pessoa pensa ou tem a dizer. Se ela menciona algo que o incomoda, leve-o a sério e responda ou peça desculpa.

Ouvir e responder activamente à outra pessoa facilitará a comunicação global.


Evitar ter de estar sempre certo

Esta é uma grande fonte de conflito entre as pessoas. Tentar pôr de lado a necessidade de estar sempre certo. Em vez disso, aprender a seguir o fluxo e a comunicar, sem se preocupar com quem está "certo" ou "errado".

Deixar ir será difícil no início, mas o seu nível de stress pode diminuir. Sem ter de estar sempre certo, pode começar a desfrutar das coisas e a respeitar a outra pessoa.


Demorar algum tempo sozinho, se for um conflito de relacionamento

Por vezes, estar com a mesma pessoa em demasia pode ser stressante. Dar-se sozinho pode dar aos dois uma pausa, reduzir a tensão e fazer com que se apreciem mais um ao outro quando passam tempo juntos.

Passar tempo com os seus próprios amigos pode melhorar a sua mentalidade, tornando-o mais positivo e divertido. O seu parceiro pode também precisar de algum tempo para estar com os seus próprios amigos.


Coloca-te no lugar da outra pessoa

Isto irá melhorar a sua empatia e consciência do que está a acontecer. Não espere por uma luta para considerar o que se está a passar com esta. Em vez disso, tente compreender os problemas e alegrias da outra pessoa. Isto irá fazê-lo sentir-se mais ligado e menos conflituoso.


Planear discussões importantes

Se algo começar a preocupá-lo, planeie como o mencionará à outra pessoa. Decida o que vai dizer, como o vai dizer e quando o vai mencionar. Mantenha a sua declaração breve e específica.

Evite mencionar problemas no calor do momento ou sem lhe dar muita atenção. Se o fizer, terá mais probabilidades de acusar a outra pessoa, responder emocionalmente, e simplesmente lutar.


Obter aconselhamento ou mediação

Se notar que ainda está a ter problemas com o conflito, procure ajuda. Pergunte à outra pessoa se está disposta a ir à terapia ou mediação. Se ela não quiser, considere encontrar-se com um terapeuta por conta própria. Embora isto possa não resolver todos os seus problemas, pode aprender como reagir e sentir-se melhor sobre a sua situação.

pareja



Prevenção de conflitos no local de trabalho


Responder aos problemas antes de se tornarem lutas

Se começar a ter problemas com um colega de trabalho, comece imediatamente a corrigir a sua relação. Não espere que o problema desapareça sozinho ou pode piorar e tornar-se um conflito.

Esperar e viver em questões só agrava os problemas. Antes de o saber, pode ter preocupações desproporcionadas, o que torna mais difícil a sua resolução.


Seja pessoal

O cara-a-cara é uma forma considerada para resolver problemas, especialmente quando comparado com o envio de e-mails ou mensagens de texto. Lidar pessoalmente com problemas ou preocupações. É muito mais fácil dizer algo que doa quando se comunica electronicamente.

Embora não possa evitar a comunicação electrónica, basta ter em mente o seu tom e uso de palavras, uma vez que coisas como linguagem corporal e gestos não podem ser usadas para interpretar o seu significado.


Escolha as suas batalhas

Este é um bem conhecido. O conflito é muitas vezes inevitável num local de trabalho com muitas pessoas. Disputas e argumentos diários podem surgir sobre uma variedade de questões. Deve determinar o que é importante para si e para o seu trabalho. Resolva os conflitos antes que danifiquem o seu trabalho e o seu ambiente de trabalho.

Os pequenos problemas podem ser simplesmente incómodos. Aprenda a ignorar estes pequenos problemas antes de eles começarem a acumular-se e a incomodá-lo.


Resolva completamente as suas diferenças. Não deixe que os problemas parem

Embora possa ter enfrentado o problema assim que ele surgiu, deve também certificar-se de que está satisfeito com a resolução. Certifique-se de que você e o seu colega de trabalho se respeitam mutuamente e estão satisfeitos com a conclusão do conflito.

Lembre-se de manter uma relação profissional com a outra pessoa. Assim que o problema estiver resolvido, deixe-o ir. Não pense nos problemas do passado ou eles continuarão a afectar a sua relação de trabalho.


Pedir a ajuda de um mediador

Não tenha medo de contactar o seu departamento de Recursos Humanos para obter ajuda. Por vezes, ter um terceiro pode diluir a tensão e tornar o conflito menos carregado emocionalmente.

Não tem de ir directamente aos RH. Se ambos preferirem falar com um gestor ou outro colega de trabalho, tentem isso primeiro. O principal é que se sente confortável e pronto para falar.









Eu sou Alegsa

Há mais de 20 anos que escrevo artigos para horóscopos e auto-ajuda de uma forma profissional.



Etiquetas relacionadas